quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Windows 8 - Primeiras Impressões

E aqui estamos, mais uma versão do Windows lançada e parece que a Microsoft está finalmente alcançando o terreno de sistemas mais modernos e completos, como o Mountain Lion da Apple e as diversas distribuições Linux que existem por aí.

Eu já adquiri a minha licença do Windows 8 Pro. E sim, é uma licença oficial, nada pirateado. Primeiro porque meu notebook já vinha originalmente com Windows 7, e segundo porque a licença de atualização estava barata, então resolvi experimentar.

O único uso que eu tenho para esse Windows no meu notebook é para jogar, então essa é uma ótima oportunidade de testar os jogos da Steam. Mas pelo menos algumas impressões eu já tive dessa instalação. Então vamos lá...


Instalação

Achei um pouco mais rápida. Achei que era impossível melhorar a instalação do Windows, depois do Windows 7, mas o pessoal conseguiu.

Tempo de Boot

Consideravelmente mais rápida do que a do Windows 7, contudo, só tem duas semanas de instalado, então para avaliar melhor seria bom esperar aí uns 2 meses de uso diário pra ver.

Novo Menu Iniciar

Achei o novo menu muito legal, mas pra mim não passa disso. Como não há como os programas ficarem organizado em sub-menus, a medida que você vai instalando software que criam vários atalhos, tipo, atalho do programa, da ajuda do programa etc etc, o iniciar vai ficando uma zona. O que faz com que você tenha que desafixar os atalhos que não importam. A busca do menu iniciar ficou ainda melhor que a busca do Windows 7, separando os itens pelo tipo.

Performance

Pra mim não teve muita diferença do Windows 7. Não testei o cliente da Steam e os jogos pois ainda estou baixando alguns pra testar a compatibilidade, mas com o Office e o Netbeans não notei diferença.

Navegação

O Internet Explorer 10 está rápido, porém.... Ao acessar o gmail logo de cara fui frustrado, o gmail começa a carregar e para. Tive que acionar "Ferramenta para Desenvolvedores" para testar alguns modos de compatibilidade até achar um que fizesse o IE10 acessar o e-mail. Porém, carregou como se estivesse no modo de conexão lenta do gmail. Uma porcaria. Só isso já foi suficiente pra eu nem testar outros site, instalei logo o Mozilla Firefox e pronto, eu já nem usava o IE no Windows 7 mesmo. Outro problema, que também era presente no navegador no Windows 7, relacionado ao download de anexos do gmail, ainda me tira dos nervos. Por esses problemas e outros que eu digo: "O IE10 é ótimo para instalar o Chrome"

Internet Explorer, Bancos e suporte a Java

Até agora me parece que só o Bradesco, Itaú e Banco do Brasil tem app no Windows 8. Como só tenho conta no BB não tive como testar os outros.

Com o app do Banco do Brasil você se vira bem. Se você tivesse num tablet. O app não contempla todos os recursos que você tem pelo internet banking via navegador. Você pode ver saldos, extratos e efetuar pagamentos e transferência, mas não espere poder imprimir comprovantes de pagamentos por exemplo. Operações mais complexar nem pensar. O app só faz o que um app para tablet ou smartphone deveria fazer, ou seja, o básico.

Ao tentar acessar o banco pelo navegador (IE e Firefox) o banco apresenta o aviso de que falta o java, até aí tudo bem. Baixei e instalei o java. E pra minha decepção, o plugin do java não inicializa nem a pau. Impossível acessar o banco pelo navegador, mesmo depois de seguir as instruções fornecidas pela própria microsoft em seu site de suporte e só depois de muito mexer que consegui fazer o Java funcionar. E no Chrome, foi automático.

Certo, pelo menos dá pra fazer pagamento pelo app, então vamos lá. Fui no site da OI e baixei o pdf do meu boleto pra pagar, e também o boleto do meu cartão de crédito do bradesco, de quando eu tinha conta lá, fiquei só com o cartão.

Novamente uma decepção. Eu gosto de abrir o navegador e o pdf do boleto, redimenciono as javelas de modo a poder visualizar na maior parte da tela a janela do navegador no site do banco, e baixo na parte da tela que sobrou a parte onde fica o código de barras da janela do boleto.

Porém, como só funciona o app do banco, e ele só funciona em tela cheia eu tinha duas opções, ficar alternando entre as duas telas, ou colocar uma do lado da outra, e foi o que fiz.
O problema é que lado a lado, não dá pra deixar as duas na mesma proporção, uma pega 1/4 da tela e a outra o resto. Enfim, tive que ficar rolando a barra de rolagem horizontal da tela menor que era a do pdf do boleto e ir digitando no app do banco.

Interface

Num primeiro momento, ter aplicativos em tela-cheia é uma coisa maravilhosa. No entanto, em muitas aplicações (até mesmo no aplicativo de imagens do Windows 8) você fica meio perdido pois boa parte da operação com a aplicação se dá por comandos e isso não fica explícito. A barra de tarefas não têm o botão iniciar, mas isso não é problema pois há muito tempo já uso a tecla com a bandeirinha de quatro cores, mas pra quem está acostumado a clicar lá para fazer as coisas, ainda pode ficar perdido sem saber muito bem o que fazer. Coisa para se acostumar.

O shell do sistema não é bonito. O aspecto minimalista da interface me deixa intrigado. Totalmente o contrário do que o Windows 7 faz com o Aero. Talvez por isso o sistema seja ligeiramente mais leve na execução.

Drivers

Mesmos problemas com meu joystick de playstation. Force Feedback não funciona nem com o driver do Windows 7. Reconheceu automaticamente as funções extras do meu mouse e teve algum problema com os drivers da placa de rede sem fio e do bluetooth.

Até o momento não houve nenhum travamento do sistema, mas já vi em alguns fóruns que o Windows 8 anda travando um bocado quando rodando em um ambiente virtualizado. Como não virtualizo o Windows, não vejo nenhum problema no momento.

Conclusão

Apesar de ainda ter algumas rebarbas a serem aparadas, o sistema em si está interessante. Muita coisa de interface é copiada do GNOME 3 e da interface do Mac OS X, como por exemplo jogar o mouse nos cantos da tela para abrir as opções de menu e acessar a área de trabalho em apps em tela cheia. Com essa interface nova, os dispositivos com suporte a touch devem ficar ótimos. Pra quem ainda depende do mouse o Windows 7 é ainda um desafio, principalmente pra quem não têm muita prática com operação do sistema operacional. Eu pessoalmente ficaria com o Windows 7 pela facilidade e comodidade. Mas quem vai dizer se o Windows 7 fica ou não no computador é a Steam e os diversos jogos que possuo, já que esse Windows é só para jogar.