quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Filtros em Fotos no Gimp

Hoje novamente vamos falar sobre Gimp. Já perceberam que nos últimos meses ando falando bastante sobre essa ferramenta né? É porque ela realmente têm me ajudado bastante a alcançar um nível cada vez maior de qualidade nas imagens que eu venho tirando.

E o post de hoje não é diferente. Tudo começou quando estava olhando no Mercado Livre por alguns kits de filtros degradê para utilizar com a minha câmera fotográfica. Esses filtros realmente produzem fotos maravilhosas, mas quando vi o preço do kit (algumas centenas de dilmas) eu desisti da compra. Foi então que me veio na cabeça que aquilo na verdade não era difícil de fazer no Gimp, e aqui estamos.

O tutorial de hoje será bem simples, pois a técnica não exige nada mais do que uma camada adicional com a cor que você quer aplicar o filtro. Então, aproveitem...



... sim, a foto de cima é a mesma foto que está ali no começo do post. A diferença entre as duas é a aplicação de um filtro degradê marrom, que se fosse ser comprado custaria por volta de 70 dilmas a lâmina. Como fazer? Assim ó...

Filtros simples no Gimp que tornam fotos muito mais dramáticas.

Primeiramente, você irá carregar a foto no Gimp. Em seguida, você irá criar uma nova camada (que você pode chamar de Filtro) e então aplicar uma determinada cor dela.

Qual cor escolher? Isso já falo.

Depois que você aplicar uma cor na camada, você deverá escolher um dos modos de entrelaçamento de camadas do Gimp. Dependendo das imagens e das cores utilizadas como Filtro, pode ser que você tenha que experimentar até encontrar a melhor, mas quase sempre o melhor modo é o Luz Suave ou  Sobrepor. Com essa aplicação do, você já terá uma prévia do que irá acontecer com sua imagem.

Depois disso, você pode melhorar um pouco o filtro fazendo uma aplicação gradiente do mesmo na foto. Para isso, você deverá escolher a opção "Adicionar Máscara à Camada", marcar a opção de Transparência total nessa máscara e então usar a ferramenta Mistura para fazer com que a camada vá ficando transparente em degradê.

Não vou fazer o detalhamento dos passos, porque a técnica é simples demais para precisar disso. No entanto, o que realmente merece um pouco de fala são as cores a serem usadas.

Uma cor para cada momento

O mais importante nessa técnica é a escolha da cor certa para tornar a foto mais expressiva do que ela já é. Como na foto do começo do post, você pode ver como uma foto sem muita expressividade ficou muito mais forte com a simples aplicação da cor correta usando essa técnica de filtro.

Na imagem ao lado você encontra alguns exemplos de degradês aplicados à imagens e pode notar a diferença da imagem original para a imagem alterada.

Em especial, em quase todas as cenas de céu eu gosto de usar um filtro degradê marrom usando o modo Luz Suave. Isso faz com que o céu fique mais próximo de um céu de fim de tarde e também faz com que as nuvens fiquem mais escuras, como se estivessem prenunciando tempestade.

Outra cor que gostei foi de usar o violeta em uma cena de pôr do sol. A imagem ficou um pouco mais escura, mas a forma como o violeta realçou os tons do céu foi fantástico.

E por último, gostei do uso do filtro amarelo e do filtro verde em fotos onde o céu está mais cinzento do que azul. Assim, foi possível tornar essas cenas mais expressivas.

Conclusão

A técnica é simples o suficiente pra você aplicar em todas as suas fotos. O que manda nesses casos é sua criatividade. Abaixo deixo algumas fotos nas quais apliquei a técnica citada. Espero que gostem.

Fotos

Original

Degrade azul com Luz Suave

Degrade marrom com Luz Suave

Original

Degrade azul com Luz Suave

Original

Degrade violeta com Sobrepor

Original

Degrade circular vermelho com Luz Suave