quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Processamento Cruzado de Imagens no Gimp

Bem gente, vocês sabem que há uns tempos eu venho postando fotografias que eu tiro por aí com minha máquina (que não é uma DSLR) e recentemente fiquei bastante interessado em alguns efeitos disponíveis em programas como o Instagram (App Store) e o PicPlz (App Store / Android Market). E convenhamos, alguns dos efeitos ficam muito bonitos!

Desses efeitos, os que mais me chamam a atenção são os efeitos de processamento cruzado das cores. Mas, o que é processamento cruzado?

Processamento cruzado é o procedimento de revelar um tipo de filme em uma solução química que seria para um outro tipo de filme. Como a mistura química é otimizada para um determinado tipo de filme, obtém-se resultados imprevisíveis quando combinados com outros tipos de filme.

Mas, o que isso têm a ver com o Instagram e o PicPlz? Têm tudo a ver, pois essa técnica surgiu justamente com os filmes de rolo...




Para facilitar o entendimento, vamos entender os alguns dos compostos usados para os tipos de filmes mais comuns:

- Filme negativo colorido (também conhecidos como "negativos") usa o químico C-41 para o processamento. Você obtém os negativos como resultado.

- Filme reversível colorido (também conhecido como "slide" ou "cromo") usa o químico E-6 para o processamento. Você obtém "slides" como resultado. Pense em slides como sendo aqueles usados no projetor de slide pelo seu avô (daí a palavra "slideshow") pra entediar toda a família com as fotos de sua última viagem.

Agora vem a parte divertida!

Quando você faz processamento cruzado, você usa os químicos do filme negativo colorido com os filmes reversíveis coloridos, e vice-versa.

Se você processar o filme negativo através dos químicos do slide (E-6), você vai obter slides. Embora as cores não ficarão tão excêntricas; você vai obter um tipo de filme slide sem grandes mudanças de cor.

Agora, se você processar um filme slide usando os químicos do negativo (C-41), você vai obter filme negativo, mas com a explosão de cores lomográficas! Isso porque as camadas de cores do filme não foram otimizadas para tal. Como resultado, as fotos acabam saturadas ou granuladas ou com alto contraste e você vai obter todos os tipos de resultados inesperados.

Diferentes filmes têm diferentes características quando é feito o processamento cruzado. Alguns acabam amarelos ou mais verdes enquanto outros acabam roxos ou vermelhos.

O Gimp entra na jogada

Então, depois de ler a teoria toda, você entendeu um pouco melhor né? E como isso pode ser feito no Gimp? Esse é o grande motivo desse post.

É tudo uma questão de curvas

Fazer processamento cruzado de fotografias no Gimp (e no Photoshop tb) é bem simples, e pode ser ainda mais simples se você criar algumas configurações predefinidas para isso. Eu não uso presets e prefiro experimentar a cada foto que eu edito. O importante é você saber o que você deve alterar para alcançar o efeito desejado.

Primeiramente, vamos pegar uma foto qualquer e abrir no Gimp. Depois, vamos duplicar a camada da imagem (Camada / Duplicar Camada, ou Ctrl+Shift+D), para assim podermos comparar a imagem original com a imagem com o efeito, sem contar que tb pode servir como backup caso vc não goste dos resultados.

Agora, na nossa nova camada, vamos alterar o nível de cores da imagem. Para isso vamos em Cores / Curvas e vamos alterar cada um dos canais de cor. Na foto, aplicamos as seguintes configurações de curvas:


Depois, um ajuste no nível das cores na imagem (Cores / Nível ou Cores / Curvas, editando a curva Valor) e sua imagem está com um efeito bem mais expressivo!

No diálogo de nível, quando você move a linha de cor você altera a quantidade as cores para as várias faixas de luminosidade. Mover para cima a parte da linha à esquerda irá realçar a cor selecionada nos lugares mais escuros, e abaixar a linha na parte à esquerda diminuirá a intensidade da mesma cor, mas nos tons claros.

Para completar, eu adicionei uma camada adicional e pintei a mesma de verde água (00ff0c), configurei a camada para "Super-exposição" e coloquei uma opacidade de aproximadamente 10%. O que essa camada faz é diminuir o verde nas partes menos verdes e aumentar nas partes mais verdes. Dá uma ligeira corrigida nos tons, mas isso fica a seu gosto.

Você pode aplicar outros efeitos, como desfoque de certas áreas, aplicar um pouco de granulado na imagem, tudo para deixar a imagem mais ... dramática. Tudo vai do gosto da pessoa.

E para finalizar, algumas imagens que eu tirei, com o efeito que explicamos aqui aplicado. Todas estas fotos estão disponíveis em suas versões originais no meu portfólio de fotos: http://500px.com/vndmtrx:

http://500px.com/photo/829104

http://500px.com/photo/1325281

http://500px.com/photo/1501123

http://500px.com/photo/1501191

http://500px.com/photo/1606303

Ah sim, se você quer experimentar a minha configuração de curvas, pode baixar o mesmo aqui.

Conclusão

Há outros efeitos nessas ferramentas, e em posts futuros deverei falar sobre cada uma dos efeitos, com sua devida aplicação no Gimp.

Apesar das fotografias sem efeito terem seu charme, as vezes aplicar um efeito como este aumenta o interesse pela foto. Muitas vezes, pela forma como as cores estão dispostas, uma foto com processamento cruzado pode ser mais atrativa que uma foto sem aplicação do efeito. Mas tudo depende, principalmente, do bom senso, do bom gosto e principalmente do olhar da pessoa que está editando as fotos.

Fonte:
Lomography - O que é processo cruzado
Cross Processing Part 1