quinta-feira, 31 de março de 2011

Mercurial Hg - Controlando as Versões do seu Software

Bom dia pessoal! Estou aqui escrevendo um pouco sobre sistemas de controle de versão de codigo fonte. Eu pessoalmente comecei a mexer com controle de versões há mais ou menos um ano, por conta dos vários trabalhos da faculdade. Comecei com o SVN e depois mudei para o GIT por um curto espaço de tempo e hoje estou no Mercurial. Antes disso, já tinha tido uma experiência maravilhosa com o Dropbox, no sentido que poderia facilmente recuperar versões de arquivos hospedados no serviço.

E aqui estamos. Hoje vou falar um pouco sobre a teoria por trás dos sistemas de controle de versão e então falar sobre o Mercurial, o sistema que atualmente estou utilizando. Espero que vocês gostem do material.

Controle de Versões de Software

Há muito tempo atrás, quando não existiam máquinas mais potentes que uma calculadora, o controle de versões de códigos-fonte era feito de uma maneira bem eficiente. Somente uma pessoa por vez podia acessar o código. Não havia problemas de versões diferentes de código. Até então...

quinta-feira, 24 de março de 2011

Como criar seu Projeto de Pesquisa

Em tempos de elaboração de TCC no meu curso tecnológico, este post pode ser de grande valia para quem está precisando de uma idéia de como escrever, por exemplo, o pré-projeto.


O projeto de pesquisa consiste numa importante etapa da produção científica do aluno. É nele que o estudante esboça, delimita e expõe ao orientador seu objeto de estudo eleito, explicitando o tipo de abordagem que pretender dar ao assunto sobre o qual discorrerá.

Pode-se dizer que o projeto de pesquisa representa o cartão de visita da monografia, TCC, ou qualquer outro tipo de trabalho acadêmico vindouro. Expressando a síntese do conteúdo que será exposto de forma definitiva no trabalho acadêmico, um projeto de pesquisa necessariamente precisa obedecer alguns parâmetros básicos de elaboração.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Sobre o preconceito com os cursos de tecnologia

Bom, estou aqui fazendo este post porque primeiramente, até hoje ainda existem pessoas (e instituições) que insistem em desprezar os cursos superiores tecnológicos, em relação às outras categorias: bacharelado, licenciatura e engenharia.

Na realidade, tudo começou há uns 6 meses atrás, quando estava conversando com um professor (que não vou citar) sobre uma pós-graduação oferecida em uma universidade pública federal aki no Tocantins. Ele tentava se justificar de diversas formas sobre a não possibilidade de ingresso de pessoas que se formaram no CST de Sistemas para Internet do instituto, alegando que algumas matérias essenciais para a pós-graduação não estavam presentes no curso. Eu sei que no final, ele soltou a máxima "só graduados podem fazer a pós-graduação". Na hora entendi o argumento das justificativas e até tentei discutir, mas em vão.

Bom, de lá para cá eu deixei isso um pouco de lado e então uma discussão no twitter que ocorreu na semana passada reavivou a discussão sobre cursos tecnológicos serem menos capazes que os outros cursos de graduação.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Lua: As várias facetas da grande dama da noite

I see the moon,
The moon sees me
Goddess bless the moon,
And Goddess bless me.
Canção de ninar

Hoje achei um texto muito interessante sobre os nomes de todas as fases de Lua Cheia do ano. Sempre fui muito ligado à Astronomia (e à Astrologia tb) e sempre admirei a Lua, em todas as formas que ela se manifesta física, mística, ou culturalmente. Então, estou aqui fazendo um post sobre a Lua. Espero que vocês gostem.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Tipos de Risada

As risadas são hoje a mais forma mais popular de expressão nas conversações dentro da rede. Afinal, estamos sempre rindo de alguma coisa, não importa se é no twitter ou no MSN.

Fiz uma fina análise entre os tipos de risadas que algumas pessoas soltam enquanto estão escrevendo no msn. Não obstante, também existem outros lugares onde pode-se exprimir esse sentimento webístico, não só no IRC/GTalk/WLM mas também no Orkut, Facebook e Twitter. Cruzando a personalidade das pessoas que conheço com o tipo de risadas que elas soltam pude então conlcuir que as risadas têm uma ligação com seus donos. Com isso, estou postando aqui algumas risadas comuns nesses meios sociais. Espero enrriquecer essa obra ainda mais com a experiência.