sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Carona: Dicas para quem pega e quem dá

Pegar carona. Para alguns esta atividade é quase um estilo de vida, uma filosofia muito praticada por aquelas pessoas que não têm seu próprio meio de locomoção (que não seja bicicleta ou os próprios pés).

Muito já ouvi falar do manual do carona, uma indireta cômica sobre como se comportar na hora de pedir e ser levado para algum lugar por meios não próprios. Então, com um pouco de pesquisa, resolvi postar aki pra vocês uma compilação resumida e com minhas opiniões sobre esse ato de fé. Vamos lá.

Carona: Dicas para quem pega e para quem dá

Bom, comecemos com o carona...



Manual do Bom Carona

  1. O Carona nunca pode deixar aquele que irá lhe dá carona esperando. Sempre tem que ficar esperando o transporte chegar. O ônibus nunca espera vc chegar no ponto!

  2. O Carona nunca deve ficar reclamando dentro do carro. Se está indo devagar ou rapido.

  3. Em uma festa nunca pertube pra ir embora, espera a pessoa que está com o carro decidir o horario que quer ir. A não ser em um caso extremo.

  4. Nunca questione o tanto de gente que a pessoa que está dando carona bota no carro, se quizer botar 3, leva só 3, se quizer botar 11, leva 11.

  5. Não importa aonde você vai no carro. Na janela, no meio, no porta-malas.

  6. Caso o carro tenha som, nunca reclame da musica, nunca mude a musica ou a estação de radio sem permissão.

  7. Aquele que está de carona não deve opinar sobre a temperatura do ambiente do carro(A não ser que o motorista permita). Não Pedir pra abrir ou fechar as janelas, ligar ou desligar ar condicionado, ou seja, se o motorista quizer morrer de calor, vc deve morrer junto, se quer morrer de frio, vc tb deve morrer junto.

  8. Se o motorista for deixar alguem em casa e não souber o caminho, aquele que está sendo levado sempre tem que ficar atento e ensinar o caminho. É arriscado vc ficar no meio da rua caso não ensine.

  9. Se o dono do carro exigir uma cota pra gasolina, não reclame, se achar ruim arranje outra carona. Se o carona quiser contribuir com a gasolina é bom né, principalmente em lugares distantes. Ou quem sabe, pelo menos tomar como iniciativa o pagamento do estacionamento.

  10. Nunca, jamais, sob qualquer circunstancia, aquele que está recebendo a carona não pode reclamar do estado do veículo (interna, ou externamente)! Afinal carona é carona... nada de palpites sugestões, reclamações, etc.

  11. Caso o motorista for fumante, não reclame. Simplesmente peça com educação para ele abrir a janela.

  12. Sempre que o carro der o prego, ajude a empurrá-lo. Não importa se ta chovendo, nevando, se ta um calor de 40º. E se tiver que empurrar o carro, seja sempre o primeiro a ir ajudar.Isso aplica-se a qualquer outro problema que o carro possa ter.


Agora, vamos resumir alguns princípios relacionados à festas ou eventos em que o motorista pega e trás o carona:
  • Carona vai, a gente vai - Não têm coisa pior que dar carona e ter de ficar esperando a pessoa decidir se vai ou se não vai. Se for, é a hora que o motorista quer;

  • Carona fica, a gente fica - Dependendo da situação, até pode ser que o motorista dê uma brechinha, se for algo muito urgente e talz. No mais, se o carona quer voltar, deve esperar o motorista até a hora que ele resolver ir;

  • Carona leva mais perto, já te salva a viagem - as vezes, meia carona vale mais que nenhuma, nada de reclamar se o motorista não te deixa na porta de casa.


Bem, tudo se resume a: "Carona não dá palpites".

Dê carona com consciência: Manual do caroneiro



Todos sabemos que nós, portadores de um veículo automotor frequentemente ocasionalmente somos convidados a dar carona para algum amigo que não dispõe de tal dispositivo. E assim como o carona deve ter consciência que qdo ele está pegando carona, ele não dá palpites, os caroneiros também devem ter sua parcela de bom senso sabedoria na hora de levar o carona. Então vamos lá.

"Carona não dá palpites"

O que achou? Bem instrutivo né? Espero que tenham gostado!