sábado, 11 de abril de 2009

TurboGears, Django e Plone - Frameworks Web em Python

Assim como o autor do post de onde eu tirei essas informações, nesse feriado resolvi dedicar um tempo para testar os frameworks de desenvolvimento Web disponíveis em Python, já me preparando para fazer meu TCC do meu curso de Sistemas para Internet. Para essa tarefa escolhi os 3 frameworks mais usados atualmente: TurboGears, Django e Zope/Plone (o Plone não é um framework, mas vou tratá-lo assim para simplificar o texto).

Eu já conhecia um pouco esses frameworks e até já tinha um preferido (TurboGears) e um outro com o qual já tinha um certo preconceito (Zope/Plone). O preconceito com o Zope/Plone nasceu com outras tentativas de aprender a usá-lo, por indicação de um amigo gaucho que morava em Cuiabá e agora está em Porto Alegre de novo.

Acompanhem o comparativo. Apesar de não ter feito os testes da forma como o autor do texto desenvolveu, eu me decepcionei um pouco com o TurboGears e passei a ver com outros olhos o Django, principalmente depois que passei a me aprofundar um pouco mais nele.

O texto completo está no blog Pythonologia, sob o título "Turbogears, Django e Plone", postado por Osvaldo Santana.

Há também uma outra fonte, que compara o Django com o Turbo Gears, intitulado "A Brief Django/TurboGears Comparison".

Abração.