sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Ubuntu 8.10 lançado

Saiu nessa quinta o novo Ubuntu, o Intrepid Ibex. Não testei ele ainda pq meus torrents estão severamente limitados pela pouca banda disponível para download no meu trabalho. Mas, espero em breve postar algo por aqui sobre o novo, e testar ele no meu notebook pra ver se vai funcionar, dessa vez definitivamente.

Só pra descontrair, já que hoje é sexta, vai aí uma imagem bem criativa com o tema do Ubuntu. Confiram ...




Hehehe, O que acham? Eu acho que se o Ubuntu viesse com imagens assim, "penetraria" mercado com bastante facilidade, não é mesmo ?? Bom final de semana para vocês.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Local de Informações Variadas, Reutilizáveis e Ordenadas

Pessoal, desculpe a demora em lançar este post, mas o trabalho essa semana superou minhas forças. Mas não esqueci de vocês. Deixo agora um excelente texto relacionado de TI.

L.I.V.R.O. - Um novo e revolucionário conceito de Tecnologia da Informação

Na deixa da virada do milênio, anuncia-se um revolucionário conceito de tecnologia de informação, chamado de Local de Informações Variadas, Reutilizáveis e Ordenadas - L.I.V.R.O.


L.I.V.R.O. representa um avanço fantástico na tecnologia. Não tem fios, circuitos elétricos, pilhas. Não necessita ser conectado a nada nem ligado. É tão fácil de usar que até uma criança pode operá-lo. Basta abri-lo!

Cada L.I.V.R.O. é formado por uma seqüência de páginas numeradas, feitas de papel reciclável e capazes de conter milhares de informações. As páginas são unidas por um sistema chamado lombada, que as mantêm automaticamente em sua seqüência correta.

Através do uso intensivo do recurso TPA - Tecnologia do Papel Opaco - permite-se que os fabricantes usem as duas faces da folha de papel. Isso possibilita duplicar a quantidade de dados inseridos e reduzir os seus custos pela metade!

Especialistas dividem-se quanto aos projetos de expansão da inserção de dados em cada unidade. É que, para se fazer L.I.V.R.O.s com mais informações, basta se usar mais páginas. Isso, porém, os torna mais grossos e mais difíceis de serem transportados, atraindo críticas dos adeptos da portabilidade do sistema.

Cada página do L.I.V.R.O. deve ser escaneada opticamente, e as informações transferidas diretamente para a CPU do usuário, em seu cérebro. Lembramos que quanto maior e mais complexa a informação a ser transmitida, maior deverá ser a capacidade de processamento do usuário.

Outra vantagem do sistema é que, quando em uso, um simples movimento de dedo permite o acesso instantâneo à próxima página. O L.I.V.R.O. pode ser rapidamente retomado a qualquer momento, bastando abri-lo. Ele nunca apresenta "ERRO GERAL DE PROTEÇÃO", nem precisa ser reinicializado, embora se torne inutilizável caso caia no mar, por exemplo.

O comando "browse" permite fazer o acesso a qualquer página instantaneamente e avançar ou retroceder com muita facilidade. A maioria dos modelos à venda já vem com o equipamento "índice" instalado, o qual indica a localização exata de grupos de dados selecionados.

Um acessório opcional, o marca-páginas, permite que você faça um acesso ao L.I.V.R.O. exatamente no local em que o deixou na última utilização mesmo que ele esteja fechado. A compatibilidade dos marcadores de página é total, permitindo que funcionem em qualquer modelo ou marca de L.I.V.R.O. sem necessidade de configuração.

Além disso, qualquer L.I.V.R.O. suporta o uso simultâneo de vários marcadores de página, caso seu usuário deseje manter selecionados vários trechos ao mesmo tempo. A capacidade máxima para uso de marcadores coincide com o número de páginas.

Pode-se ainda personalizar o conteúdo do L.I.V.R.O. através de anotações em suas margens. Para isso, deve-se utilizar um periférico de Linguagem Apagável Portátil de Intercomunicação Simplificada - L.A.P.I.S.

Portátil, durável e barato, o L.I.V.R.O. vem sendo apontado como o instrumento de entretenimento e cultura do futuro. Milhares de programadores desse sistema já disponibilizaram vários títulos e upgrades utilizando a plataforma L.I.V.R.O.

OBS: Existe um texto semelhante, já bem antigo, em inglês, mas não achei links pra ele (B.O.O.K.).

domingo, 26 de outubro de 2008

Sabbath de Samhain

Como no final de dezembro/começo de janeiro eu recebo muitos desejos de Feliz Ano Novo de meus amigos cristãos, eu me vi na obrigação de tb desejar o mesmo agora, quando se comemora o Ano Novo Celta, seguido pelos wiccanos do Hemisfério Sul.

O Samhain (pronuncia-se "sou-en"), também chamado de Halloween, Hallowmas, Véspera de Todos os Sagrados, Véspera de Todos os Santos, Festival dos Mortos e Terceiro Festival da Colheita, é o mais importante dos oito Sabbats dos Bruxos.

Como Halloween, é um dos mais conhecidos de todos os Sabbats fora da comunidade wiccana e o mais mal-interpretado e temido. Samhain celebra o final do Verão, governado pela Deusa (o nome Samhain significa "Final do Verão".)

Samhain é também o antigo Ano Novo celta / druida, o início da estação da cidra, um rito solene e o festival dos mortos. É o momento em que os espíritos dos seres amados e dos amigos já falecidos devem ser honrados. Houve uma época na história em que muitos acreditavam que era a noite em que os mortos retornavam para passear entre os vivos. A noite de Samhain é o momento ideal para fazer contato e receber mensagens do mundo dos espíritos.


SAMHAIN - HALLOWEEN OU DIA DAS BRUXAS

(31 de Outubro) H. Norte / (30 de Abril) H. Sul

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Alô companheiros que navegam no orkut!

No blog baixa-definição, na Info.

Fala sério que o Lula-nove-dedos falou isso né!! Acompanhem.

O título deste post não é meu, mas do presidente Lula. Luis Inácio é a estrela maior numa constelação de políticos que invadiu as redes sociais para defender, vá lá, suas idéias.

O vídeo de Lula é emblemático porque um presidente não faria uma pausa em sua agenda para gravar um “agradecimento aos orkuteiros” se sua equipe não estivesse convencida da importância que o vídeo na web e as redes sociais têm para influenciar a opinião pública.

Na campanha de 2006, petistas e tucanos trocaram sopapos em todas as plataformas. Na web, os detratores de Lula pegaram pesado para detonar o então presidente-candidato. Mobilizar seus defensores para reagir à luta eletrônica motivou Lula no vídeo que você vê no final do post.


Na época, o rival Alckmin respondeu com vídeo-mensagem para "o pessoal do orkut".

Na reta final destas eleições municipais, não há um só candidato importante, em capital, que ignore os vídeos online. Gabeira, por exemplo, tem até canal próprio no YouTube. Seu oponente na disputa pela prefeitura do Rio, Eduardo Paes, apinhou seu site de vídeo embarcado.

Em São Paulo, os postulantes Kassab e Marta são mais profissionais e não dependem da infra do Google. O candidato do DEM leva ao ar a TV K. Nesta quarta (22), o destaque é um jingle detonando Marta por ir a Paris. Já no site de Marta, o principal destaque é um.... vídeo! Nele, Marta promete “a verdade sobre o debate da Record”.

Na hora de fechar coligações, os políticos fazem os acordos mais questionáveis de olho num filão maior do horário eleitoral na TV aberta. Agora, os marqueteiros estão antenadíssimos também com vídeo na web.

Um breve detalhe, quase sem importância, é que a Justiça Eleitoral simplesmente não permite vídeos políticos na web fora dos domínios ponto can e dos sites de partidos. A eleição termina domingo e o TSE segue refletindo profundamente sobre o assunto.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Lorem Ipsum Reloaded

Fazendo uns testes de visual no blog. Eu sei que vcs vão gostar, então aproveitem bem este teste de layout !!

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Donec dapibus justo non leo. Aliquam bibendum fringilla orci. Duis nisl. Proin varius, massa non vulputate ultrices, orci neque sagittis est, vel luctus sapien nunc sit amet ante. Cras eget felis. Sed turpis. Integer malesuada lorem nec velit. Curabitur porttitor viverra magna. Etiam tellus mi, luctus nec, luctus a, iaculis et, diam. Maecenas vitae urna. Sed sem eros, pellentesque non, fermentum nec, lacinia eu, nibh. Proin massa erat, tincidunt nec, auctor nec, pulvinar sit amet, erat. Nam ac nisi in turpis pretium commodo. Proin lacus. Pellentesque sodales fringilla nibh. Donec semper justo quis metus. Fusce sit amet enim eu velit hendrerit condimentum. Curabitur urna nibh, vestibulum non, euismod sit amet, convallis dignissim, ligula.


Mauris non metus. Nulla egestas nisl non lacus. Nullam massa. Cras ipsum. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Suspendisse non enim. Proin id arcu. Pellentesque volutpat lacus vel dolor. Fusce in pede sed augue sodales bibendum. Nam non ipsum. Nunc est. Ut est dolor, tincidunt nec, pulvinar eu, congue eget, purus. Cras nec massa. Nulla facilisi. Morbi mi.

Sed molestie. Praesent laoreet, sapien eget posuere porta, ipsum eros nonummy purus, nec vestibulum eros odio non lectus. Vestibulum non magna nec ligula malesuada consequat. Proin auctor sollicitudin arcu. Ut lacus. Aliquam ut tellus at ante elementum tincidunt. Vestibulum mi. Integer eget urna. Cras non orci. Maecenas dignissim commodo erat. Maecenas dignissim convallis sapien. Ut vitae ipsum. Pellentesque hendrerit fringilla dolor. Donec consequat ultrices quam. Nunc enim metus, fermentum id, placerat et, posuere sit amet, sapien. Cras tortor. Mauris consectetuer lacus vel mi.

Nunc interdum tincidunt neque. Vestibulum nisi risus, luctus a, ultricies sed, pellentesque sed, dolor. Fusce sit amet ante. In accumsan, felis venenatis scelerisque condimentum, elit enim venenatis velit, sed hendrerit ligula dui rhoncus diam. Sed at urna. Cras dolor massa, accumsan non, lacinia sit amet, blandit vel, arcu. Phasellus ac nunc id libero aliquet ornare. Maecenas iaculis mattis tortor. Nulla consectetuer scelerisque nisi. Etiam euismod, ante vitae placerat rhoncus, sem diam egestas ipsum, at dictum ipsum odio scelerisque mauris. Ut nonummy. Nam lacinia. Aliquam arcu est, feugiat vel, euismod nec, egestas nec, nibh. Donec leo sapien, vestibulum a, nonummy quis, vehicula sed, risus. Maecenas quis nulla id ipsum luctus imperdiet.

Donec id sem. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Donec non dolor. Quisque diam urna, pharetra molestie, tincidunt a, auctor in, erat. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. In feugiat rhoncus massa. Donec tincidunt varius est. Nullam massa. Integer mi nunc, posuere nec, fermentum eget, pellentesque ac, libero. Proin vestibulum, tortor eget fringilla auctor, lectus turpis luctus ipsum, et ullamcorper libero velit ut velit. Duis consequat. Aliquam placerat lobortis justo. Duis luctus mi non tortor. In facilisis lorem id dui. Proin nulla tortor, ornare eu, tristique quis, interdum vitae, sapien. Praesent nonummy ipsum et sem. Proin sed ligula nec ante egestas facilisis. Donec et neque sit amet ipsum gravida interdum. Nam sed ligula. Nullam nulla quam, sagittis sed, rutrum in, sodales in, ipsum.

Leia mais em: Lorem Ipsum - Explicação

Lorem Ipsum Generator: http://www.lipsum.com

sábado, 18 de outubro de 2008

Como Fazer uma Ocarina com as Mãos

Desde pequeno, sempre gostei de música, mas nunca tive oportunidade de experimentar nada além do que um teclado. Eu sempre gostei de um instrumento chamado ocarina, e sempre tive vontade de ter uma, talvez por causa do Zelda ou mesmo do OVA em que Tapion usa uma ocarina para conter o monstro, em Dragon Ball Z. Um dia, no entanto, eu aprendi um jeito de produzir som com as mãos. Eu gostei pq eu não sei assoviar e na época, eu era o único que conseguia fazer som com as mãos.

Então, revendo o OVA este final de semana, me sobreveio a idéia de ensinar como criar uma ocarina com as mãos. Espero que gostem!

Ah, para quem não sabe ainda o que é uma Ocarina, tá aí uma descrição, à lá Wikipédia:

A ocarina é um instrumento de sopro globular feito de porcelana, terracota ou pedra, semelhante a uma flauta. É um dos instrumentos musicais mais antigos do mundo. Possui normalmente a forma oval tendo de quatro a treze buracos para os dedos, porém há algumas variações nesse desenho. Um tubo projeta-se de seu corpo servindo de bocal. Normalmente é feito de material cerâmico mas também podem ser usados outros materiais como plástico, madeira, vidro ou metal.

A ocarina, como outras flautas de corpo oco, tem a qualidade incomum de não depender do comprimento de seu tubo para produzir uma nota em particular. Ao invés disso as notas dependem da área de abertura total dos orifícios em relação ao volume total do instrumento. Isto significa que, diferente da flauta transversa ou da flauta doce, a posição dos orifícios não é muito relevante — o tamanho destes é o fator mais importante.

A caixa de ressonância da ocarina cria uma onda sonora senoidal sendo, assim, incapaz de criar sobreposições harmônicas. Isto significa que a técnica de soprar mais forte para “oitavar” notas não é possível com a ocarina, assim a sua extensão disponível é limitada.

As notas diferentes são produzidas dedilhando-se seus orifícios, abrindo e fechando mais ou menos a área total dos mesmos. As notas também podem ser variadas (de maneira limitada) soprando-se mais ou menos forte o instrumento.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ocarina
Agora vamos aprender a fazer uma ocarina com as mãos...

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Python direto do Pen Drive

Já imaginou poder executar arquivos desenvolvidos em ptyhon ou desenvolver em python direto do Pen Drive, sem precisar instalar nada no computador?

Isso é possível através do projeto Portable Python.

Na sua versão atual ( 1.0 BETA ) já vem o Python 2.5, Django 0.96 (eba!!!), e o editor Scite 1.71.

Com o Portable Python é possível criar sistemas usando django + sqlite ( por exemplo ) e executá-los direto do Pen Drive. Quer dizer não precisa ser nessariamente um Pen Drive, pode ser uma camera digital, um mp3player, entre outros.

Fonte: Portable Python

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Telepatrulha Palmas

Há alguns dias recebi um e-mail em meu endereço de trabalho, falando dobre um serviço da Polícia Militar, chamado Patrulha por Áreas e Regiões de Palmas. O mais engraçado é que sempre vi esses números estampados nas viaturas mas nem imaginava que extistia esse tipo de serviço, menos ainda que existia em nossa cidade. Colo para vós agora o texto do e-mail, na íntegra:
Pessoal

ontem à noite, percebi que uma viatura da PM que rondava minha quadra possuía um número de celular estampado na traseira, e me lembrei de uma reportagem dessa iniciativa em cidades do interior, e cheguei a achar que se tratava de uma viatura em passagem, mas para minha surpresa positiva, verifiquei que o serviço se estendeu à nossa cidade, bem como estou enviando os telefones dos carros que foram publicados no jornal.

É bem mais rápido do que o 190.

[]'s

Segue abaixo a lista dos telefones e a imagem recebida, com os referidos números ...

domingo, 12 de outubro de 2008

Let's go Py3k: Lançado o Python 2.6

No começo do mês de Outubro saiu a primeira versão estável do Python 2.6. O principal objetivo desta versão é começar a migração para o Python 3.0, que corrigirá problemas de design das versões anteriores.

Algumas destas correções tornam o código escrito para versões anteriores incompatíveis com o novo Python 3.0. A versão 2.6 é uma versão intermediária que contém tanto funcionalidades das versões anteriores do Python quanto novidades do Python 3.0. Com esta versão intermediária os desenvolvedores podem começar a verificar a compatibilidade de suas aplicações com a futura versão 3.0 do Python e já começar as adaptações, garantindo uma transição suave entre as versões.


A versão 2.6 é compatível com as versões anteriores, mas auxiliará na migração emitindo avisos caso haja construções incompatíveis com a versão 3.0. Além desta versão intermediária, a ferramenta 2to3 é capaz de realizar automaticamente muitas conversões (mas não todas).

As novidades da 3.0 já incorporadas na 2.6 são muitas: novos módulos para processamento paralelo e codificação/decodificação JSON, tratamento de frações, correção de mais de 600 bugs, otimizações, um diretório de pacotes por usuário (o que facilitará a instalação em ambientes compartilhados), o novo método str.format em substituição ao operador % das strings, decorators para classes, melhorias na documentação (que ficou muito mais bonita usando o Sphinx). Enfim, são muitas novidades interessantes e eu não falei nem da metade!

Agora você pode fazer o download, ler o changelog e ver a apresentação do Guido no Google Tech Talks. Bom desenvolvimento e boa migração!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Você já saiu do armário hoje?

No dia do meu aniversário eu postei um artigo muito interessante do Núcleo Universalidade e Diversidade Sexual, sobre "Sair do Armário". Mas, será que sair do armário é algo que fazemos só uma vez em nossas vidas? Será que não temos que constantemente voltar e sair novamente do armário, ante a situações novas?

Você já saiu do armário hoje?


Normalmente tomamos a idéia de sair do armário como um evento pontual. De fato é possível, em retrospectiva, localizar algum momento particularmente significativo na vida da pessoa em que ela precisa se posicionar acerca de sua sexualidade, seja diante da família, de amigos, etc. Esse episódio, marcante e especialmente importante na vida de qualquer homossexual ou bissexual, é inicio da construção de uma auto-imagem mais integrada, onde elementos de sua sexualidade não precisam ser ocultados de tudo e de todos. Ir a parada gay pela primeira vez, por exemplo, para muitos significou uma marcante saída do armário.

No entanto, muitas vezes somos colocados em novas situações em que é preciso sair do armário novamente. Pois o fato é que, por padrão, somos todos considerados heterossexuais e, sempre que entramos em contato com alguém ou uma situação nova, a expectativa inicial é de que não somos gays, lésbicas ou bissexuais. Uma mudança de emprego, por exemplo, pode significar um retorno ao armário. Não é raro acontecer de, ao sair de uma empresa onde sua homossexualidade é vivida de forma natural (com, por exemplo o companheiro participando de eventos abertos às famílias dos empregados) e mudar-se para outra firma, um rapaz gay decida voltar para o armário. Os motivos são muitos: um ambiente pouco acolhedor, as inseguranças de estar num emprego novo e o peso de ter que enfrentar tudo de novo pode fazer com que a saída do armário seja adiada indefinidamente.

Veja o artigo completo no site do Núcleo Universalidade e Diversidade Sexual

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

They're Taking The Hobbits To Isengard

No último post falamos um pouco sobre os Aneis de Poder na mitologia do Senhor dos Anéis. Só para descontrair, vamos assistir um clipe bem animado, feito com imagens do filme de Peter Jackson. Espero que gostem.

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Dos Anéis de Poder

Estou aqui postando um excelente ensaio veiculado no site Valinor, sobre os Anéis de Poder, na mitologia criada pelo grande Hobbit Tolkien. A matéria original você encontra no artigo "Anéis de Poder".

Quais eram os Anéis de Poder e suas características? Quantos eram? Todos conferiam invisibilidade? E se um Homem utilizasse um dos Anéis dos Anões? Quem poderia dominar o Um e vencer Sauron? Estas e muitas outras questões são respondidas nesse FAQ (“Questões Freqüentemente Perguntadas”) sobre os Anéis de Poder.

Notas Introdutórias

Este imenso apanhado de dúvidas sobre os Anéis de Poder foi criado por Stan Brown, da Oak Road Systems, e a versão original do mesmo, em inglês, podem ser vista neste endereço. Ele é composto de 48 questões que englobam praticamente todos os aspectos dos Anéis, em questões tratadas dentro da outra ou meramente especuladas, com as informações que temos.

sábado, 4 de outubro de 2008

Astrologia: Aspectos Planetários

O que são as linhas vermelhas e azuis desenhadas no meio do mapa?

Quando você observa o seu mapa astrológico, provavelmente já prestou atenção que ele pode estar cheio de linhas azuis e vermelhas. Em cada mapa, uma cor pode predominar sobre a outra ou até mesmo estarem equilibradas. Mas afinal de contas, o que são elas? As linhas, sejam elas vermelhas ou azuis, são ângulos que os planetas formam entre si, chamados tecnicamente de aspectos.

A astrologia atribui valores simbólicos a essas linhas, por exemplo: as linhas azuis, sextils ou trígonos, representam aspectos de facilidades e oportunidades, são quando dois planetas se tocam para distribuir apenas as suas energias harmoniosas e afinadas. Já as linhas vermelhas, quadraturas e oposições, são aspectos de dificuldade e de crise; quando dois planetas se "tocam" para expressar as suas características dissonantes e "desafiam" um ao outro. Naturalmente, só desejaríamos linhas azuis em nossos mapas, mas estão lá também as outras linhas para nos mostrar que temos dificuldades como todo mundo e que podemos vencê-las, deixando o vermelho menos avermelhado, e o azul mais vivo no percurso de nossas vidas.

Vamos então definir melhor cada uma dessas linhas e o que elas influenciam em nosso mapa astral...

Leia mais sobre signos em "Tudo sobre os Signos"

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

MSN no IRC

Esses dias eu estava acompanhando o Jimmy na construção do bot dele usando a framework que criei, a IRCpy, e vi ele se conectando no MSN com o meu código e perguntei pra ele como ele fez. Foi quando ele me falou que um pessoal criou uma rede de IRC que acessa os principais IMs do mercado. Isso logo me interessou e aqui estou eu, falando dessa maravilhosa rede.

Sempre fui um aficcionado no IRC. Vi o IRC nascer, crescer e morrer aqui no Brasil. Hoje eu e meus amigos usamos redes internacionais, porque depois que o IRC acabou por aqui, nenhuma das redes que "sobraram" deu conta de concentrar novamente todas aquelas pessoas de outrora.

Coloco aqui então um tuto sobre como acessar os IMs usando o cliente de IRC.


Acesse MSN/Jabber/ICQ/AOL/Yahoo pelo IRC

Eu sou um daqueles que usa MSN por obrigação. Infelizmente, muitas pessoas se negam a experimentarem qualquer outro tipo de sistema de mensagens instantâneas mais inteligente ou simplesmente não conseguem abrir mão daqueles desenhos coloridos, espalhafatosos e animações em flash que ficam piscando na tela de seu interlocutor: um verdadeiro cenário de terror digital.

Para não ser vítimas de alarmes, animações, desenhos e emoticons, eu acesso o MSN e outros sistemas através de um cliente de IRC. Um grupo de holandeses resolveu criar um programa de servidor através do qual clientes de IRC (como XChat, mIRC etc) podem se conectar e conectar-se a múltiplas contas MSN/Jabber/ICQ/AOL/Yahoo (incluindo Google Talk). O resultado dessa idéia chama-se Bitlbee, que pode ser baixado e rodado localmente ou qualquer um pode se conectar a um dos servidores públicos existentes.
Para nos ambientarmos no Bitlbee, irei criar uma conta e adicionar alguns contatos. Para isso, vamos digitar em um cliente de IRC o comando equivalente a:
/server im.bitlbee.org 6667

O comando acima irá nos conectar ao servidor im.bitlbee.org na porta 6667 (padrão deste servidor). Assim que a conexão for estabelecida, o canal &bitlbee será automaticamente aberto e o nick root (um bot) irá enviar as seguintes mensagens:
(root) Welcome to the BitlBee gateway!
(root)
(root) If you’ve never used BitlBee before, please do read the help information using the help command. Lots of FAQ’s are answered there.

Através do nick root o Bitlbee irá mandar as mensagens de erro e outras comunicações do sistema. Tudo que é dito no canal &bitlbee só é visto por você e mais ninguém, mesmo que esteja no mesmo servidor im.bitlbee.org. O nick que você utilizar no ato da conexão será considerado como login para o Bitlbee. Para acessar sua conta denovo, você terá que utilizar o mesmo nick. Caso queira trocar, será necessário desconectar pois o Bitlbee não suporta o comando /nick.
Para esta demonstração utilizarei o nick msnirc. O primeiro passo será adicionar uma conta MSN. Para isso basta digitar:
(msnirc) account add msn teste@hotmail.com teste

O comando acima irá adicionar no sistema a conta de MSN de endereço teste@hotmail.com com a senha teste. O sistema irá confirmar a adesão com a mensagem:
(root) Account successfully added

Assim como no GAIM, além de adicionar no sistema a conta com sua respectiva senha, temos que torná-la online. Para isso, envie a mensagem:
(msnirc) account on

O Bitlbee irá retornar:
(root) MSN - Logging in: Connecting
(root) MSN - Logging in: Connected to server, waiting for reply
(root) MSN - Logging in: Transferring to other server
(root) MSN - Logging in: Connected to server, waiting for reply
(root) MSN - Logging in: Authenticated, getting buddy list
(root) MSN - Logged in
* brunomu (bruno.mu@…com) has joined &bitlbee
* pzl (pessoa@…org) has joined &bitlbee
* root sets mode: +v pzl
* frikasoide (pessoa2@…com) has joined &bitlbee

Entrarão nos canais os nicks correspondentes aos usuários que estão na lista de contato do MSN de teste@hotmail.com. Os nicks são constituídos pelo nome à esquerda da arroba do endereço MSN. Se houverem nicks homônimos, o Bitlbee irá adicionar underline (_) ao final do nick para evitar colisões.

Para enviar mensagens basta abrir um PVT com um dos nicks e a mensagem chegará ao seu destinatário. Vale ressaltar que não só múltiplas contas de protocolos diferentes podem ser adicionadas no Bitlbee como também múltiplas contas de um mesmo protocolo, ou seja, seguindo o exemplo desta postagem, poderíamos adicionar outros MSNs.

Por fim, vamos salvar a conta neste servidor para que não seja necessário repetir a adesão da conta todas as vezes. Para isso basta digitar:
(msnirc) register senha123
(root) Password successfully changed
(root) Configuration saved

A conta msnirc foi registrada com a senha senha123. Da próxima vez, basta entrar em im.bitlbee.org utilizando o nick msnirc e enviar a seguinte mensagem para se identificar:
(msnirc) identify senha123
(root) Password accepted

E todas as suas alterações serão salvadas sob este nick e senha. Para conhecer mais comandos e como utilizar melhor o Bitlbee, envie a mensagem:
(msnirc) help quickstart

E o nick root irá exibir um breve tutorial que permite um uso satisfatório do Bitlbee. O Bitlbee só peca por ainda não suportar transferências de arquivos mas elas são substituídas facilmente por outros meios como e-mail ou sistemas de armazenamento temporário como www.yousendit.com.

Além do Bitlbee ser uma forma de baixo consumo de acessar múltiplos sistemas de mensagem instantâneas, é bem fácil fazer scripts, automatizações e bots para estes sistemas em cima do Bitlbee. Além do mais, para quem já usa um cliente de IRC como o XChat (que acompanha o Ubuntu) para ficar ligado nos canais de sua preferência, pode manter seus contatos MSN/Jabber/ICQ/AOL/Yahoo em uma mesma janela.

Qualquer dúvida ou dificuldade, basta perguntar sob a forma de comentário que irei responder assim que puder.

Autor: Blog do Kurt Kraut
Fontes:
HM2K - http://www.hm2k.com/posts/msn-via-irc