sábado, 12 de abril de 2008

Avalon

Bom pessoal, esse foi o último dos posts sobre os Druidas. Eu acabei colocando coisas demais em poucos posts, mas preferi assim, bastante concentrado. Talvez eu suma uns dias das postagens, mas uma doença está me abatendo (dengue) e estou direcionado minhas forças para que esta doença acabe logo. Agora vamos falar de um de seus mitos mais fortes.

Avalon: Centro espiritual e centro de maravilhas...

A Grande Avalon... ilha e santuário onde outrora tantas coisas se desenrrolaram... Tão bela foi esta ilha que permanece escondida por entre as brumas... Raros são estes locais tão encantadores, que ficam situados entre os dois mundos. No entanto lá se encontram os elevados lugares de culto do povo Celta, como os lagos de águas límpidas de esmeralda e turquesa... os poços de aguas misteriosas... e as florestas de macieiras verdejantes que no autono espalham suas folhas de ouro na terra, que renasceriam na primavera onde por entre as folhagens que onde o sol passava e iluminava clareiras floridas se ouvia vozes e cantos encantadores...



Avalon era uma ilha que desapareceu do mundo fisico no mesmo momento em que a Humanidade mergulhava numa era de mal que desde então apenas tem se acentuado mais. Durante muito tempo residiram lá os Elfos, bem antes que esta fosse um santuário para os Humanos. Conta-se que eles serviam se dela como uma ilha prisão onde eles "aprisionavam" os espiritos maus para purifica-los, por conseguinte houve uma quantidade de magia, de poder e luz que lá ficou depositada. Muito tempo depois ela tornou-se este elevado lugar de cultos das Sacerdotisas das Deusas e dos Druidas. Mas antes de "Ynys Affalon" (nome original de Avalon), houve Ynys Mon, o primeiro santuário do culto Celta, o centro de mágia da tribu dos Thuata de Dannan... mas quando os Romanos chegaram após a conquista da Gália e seguidamente da Grã-Bretanha, eles masacraram, torturamram e violaram, Sacerdotisas e Druidas, com o unico objectivo de destruir o seu poder espiritual e politico que representava este Elevado local Sagrado. Seguidamente o culto instalou-se à Ynys Affalon mas desta vez rodeou se de brumas espessas para assegurar a proteção deste mesmo recinto e dos Servos dos Deuses.. Fikou vedado e para aceder a ela era preciso mesmo ser merecedor de tal passagem... e só uma Sacerdotisa poderia abrir as Brumas, pois quem ousasse se aventurar para as terras De Avalon sem ser merecedor perder-se -ia... Disposta entre sete ilhas da qual Avalon era a mais importante e delíniada pelas estrelas, a Grande Ursa.

Avalon encontra-se nos mais elevados santuários de luz. Mais do que um lugar consagrado pelas Sacerdotisas e Druidas, ela é o simbolo de união de todos os sêres sob uma só e mesma bandeira, a da DIVINA PROVIDENCIA. Representa o passado glorioso da Magia cnhecida por todos os Homens e todos os seres... que volta a despertar por detrés dos seus véus das brumas...