terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Tipos de Rpgistas

Vários anos participando de diversas aventuras de RPG como jgador e as vezes como mestre fizeram-me crer que existem certos padrões de personalidade (tipo de atuação) para cada um dos jogadores. Esses padrões repetem-se nos mais variados sistemas e cenários, não importando o objetivo do jogo ou características do personagem. O grande desafio do mestre de jogo é fazer com que os jogadores atuem, esquecendo seus padrões na atuação. Abaixo se seguem os principais padrões que observei (qualquer semelhança com você ou seus amigos não é mera coincidência hehehe):

P.S.: Existem atualmente duas listas de jogadores de Rpg, uma é a Oficial, com sua taxonomia determinada, e a outra é baseada no status Comportamental em Jogo. Então, pode acontecer de as vezes um ou outro tipo de jogador aparecer nas duas listas. Espero que gostem.


Classificação Taxonômica de Jogadores de RPG

- Jogador comum - Homo Sapiens Normalis
É a espécie normal de RPGista. Existem aos bandos, e costumam invadir periodicamente grandes locais que batizam de "Eventos de RPG".

- Jogador viciado - Homo Sapiens Absurdis
Quer jogar a todo momento e a cada instante. A aventura está um saco, ninguém mais quer jogar, outros até imploram, mas ele está lá, jogando e ainda empolgado.

- Jogador Ditador de Regras - Homo Sapiens Chatus
Ele decora o livro básico, o não-básico e até aquele suplemento em jamaicano que somente cinco outras pessoas no mundo (ele sendo o terceiro na ordem de leitura) a conhecer a obscuridade da regra. Basicamente sabe mais das regras que o mestre, e tem o péssimo hábito de interromper a seção pra ler o trecho no livro básico que o mestre suprimiu pra dar agilidade ao jogo.

- Jogador Pidão - Homo Sapiens Pedintis
Ele pede tudo. Interrompe o jogo toda hora pra pedir algo. Pra ele nada é insignificante, mesmo que o mestre diga que seja. Ele pode passar a seção de jogo toda reclamando porque o mestre não lhe deu a adaga que pediu a cinco aventuras atrás.

- Jogador Retranqueiro - Homo Sapiens Covardis
Ele não luta. Fica o tempo todo atrás de todos os jogadores, só atacando de longe, mesmo que não possa. Ele tem a impressionante habilidade de correr, sempre que o inimigo acerta algum ataque, mas ainda assim alguns mais abusados exigem do mestre os seus pontos de experiência por inteiro.

- Jogador Overpower - Homo Sapiens Sedentis
Ele quer poder. Seu personagem sempre é o mais fraco do grupo, o mais lesado e não importa que ele tenha matado o último chefe, continuará afirmando e exigindo mais poder, e a baixo custo.

- Jogador Onisciente - Homo Sapiens Divinis
Se julga Deus. Seu personagem sempre sabe de tudo, mesmo quando é surpreendido. Forças sobrenaturais sempre o informam de tudo que acontece no mundo. Tem uma desculpa preparada pra tudo quando inquirido sobre como "descobriu" algo.

- Jogador Traidor - Homo Sapiens Judas
Ele sempre que puder vai trair o grupo. Nunca perde uma oportunidade. Pra ele trair é que nem respirar, só precisa surgir a oportunidade. Ás vezes faz por ímpeto e ainda se justifica dizendo que a vida de seu personagem é mais importante que a do grupo, ou mesmo a continuidade do grupo. Reclama muito quando o mestre decide matar seus personagens traíras, ou deixar o grupo punir do jeito que quiser.

- Jogador Arroz - Homo Sapiens Taradus
Só faz parte do grupo porque alguma menina ou menino está. Seja namorada, amiga ou pretendida. Ele permanecerá enquanto tiver chances ou estiver namorando. Se acaso algo em suas expectativas (ou relacionamento) der errado, ele vai abandonar o grupo, os jogadores, enfim, tudo, sempre dizendo que "precisa repensar sua vida", quando na verdade nunca se importou com ninguém além dele mesmo.

- Jogador Faminto - Homo Sapiens Famintus
Seu objetivo não é o jogo, é o lanche. Parece vindo da Somália, ele aprece na hora do lanche, come tudo, e parte ao final do último biscoito. Ele também não contribui na vaquinha da alimentação, mas reclamará muito se for excluído dela, só se silenciando com um biscoito enfiado na boca.

- Jogador Faltoso - Homo Sapiens Ausentis
Sempre diz que vai, mas nunca aparece. E quando aparece, é só pra dar um oi e sair em seguida. Ainda assim exige que seu personagem continue, e o pior, alguns querem que evoluam.

- Jogador Assassino - Homo Sapiens Assassinis
Ele mata tudo que se move. Se não matar algo em uma seção de jogo se sentirá injustiçado e pode até mesmo querer matar aquele jogador do grupo que simpatize menos. Deve matar alguém uma vez por jogo ou entrará em um frenesi compulsivo que o destruirá e levará consigo dois ou três personagens dos jogadores.

- Jogador Suicida - Homo Sapiens Problematicis
Ele sempre tenta o suícidio quando algo dá errado. Sempre. Não dá valor a vida do personagem. Geralmente esses jogadores tem vida curta no RPG porque costumam levar isso pra vida real.

- Jogador Mestre - Homo Sapiens Intrometidus
Quer mandar na aventura. Dá ordens ao mestre e o tempo todo diz que algo aconteceu como se estivesse mestrando. apeas de prestativo, tem o péssimo hábito de interromper as explicações do jogo pra acrescentar redundância ou pelo simples prazer de tomar o controle da partida.

- Jogador Piadista - Homo Sapiens Comicus
Interrompe o jogo a cada cinco minutos pra fazer piadas sobre qualquer situação. Ele parece ser o palhaço do circo, sempre fazendo um comentário impertinente que quebra a concentração de todos porque foi uma frase engraçada. Mas esses momentos são raros, e com o tempo esse jogador é silenciado a tapas pela jogadora presente mais perto (em caso de ausência de mulheres, é um soco de marmanjo mesmo).

- Jogador Mulher - Homo Sapiens Preciosis
Raros. Poucos no mundo. Se encontrados devem ser tratados com carinho e paciência. Costumam tirar o cheiro de cueca do ambiente e quase sempre são as mais protegidas do grupo. são perigosas, porque com um beijo no mestre podem mudar o destino da partida.

Classificação Comportamental de Jogadores de RPG

O meticuloso:
Esse tipo de jogador é aquele que toma nota sobre todas as palavras do mestre, para depois cobrá-las, ou usá-las durante o jogo. Se estão no labirinto, ele sabe o caminho de cor, se são policiais, atentam para cada detalhe da cena do crime.

- Cena Comum: O jogador não para de anotar, no verso da ficha do personagem, tudo aquilo que julga importante (o que vem a ser TUDO mesmo).

O perguntador:
Esse tipo de jogador é aquele que pergunta a mesma coisa, dezenas de vezes, para todos os NPCs que encontra no caminho, chegando a ser irritante (principalmente para o mestre).

- Cena Comum: Para todo NPC falante encontrado no jogo, surge a mesma pergunta: Você sabe como faço para chegar na grande árvore dos frutos vermelhos?

O bom-vivant:
É o jogador que não se preocupa com nada mais, a não ser a diversão do jogo. Não importa se possui o melhor, ou o pior personagem, quer, apenas, divertir-se jogando RPG.

- Cena Comum: Quando o grupo entra em discussões, sempre se oferece para resolvê-las e continuar, logo, o jogo.

O impulsivo:
O tipo de jogador mais amado pelo mestre de jogo, O Impulsivo é aquele que age sem pensar nas conseqüências para o grupo, ou para si mesmo; gosta mesmo é de ação.

- Cena Comum: O mestre narrava: Vocês encontraram uma poção de cor parda, cujo..., quando o Impulsivo interrompe: Eu bebi!

O indeciso:
Esse tipo de jogador é aquele que nunca sabe o que fazer, seja por ter medo das conseqüências do jogo, ou por estar, simplesmente, perdido demais para poder saber o que fazer.

- Cena Comum: Quando questionado sobre o que vai fazer na cena, o jogador responde simplesmente: Ai, ai, ai, o que faço agora?

O sentimental:
Esse tipo de personagem apega-se sempre ao lado sentimental de cada cena. Se alguém é atingido, preocupa-se com a dor, se um NPC o agrada, logo quer manter maiores relações.

- Cena Comum: O mestre narrava: Vocês caminhavam pela floresta e encontraram..., quando o sentimental interrompe: A vista era bonita?

O palhaço:
Essencial para deixar as partidas mais divertidas, o palhaço está no jogo, apenas, para divertir-se e mostrar-se para os demais jogadores. Possui muitas idéias sobre o que fazer, sendo que, estas, estão sempre buscando a risada como ponto final. Seria um excelente Malkaviano.

- Cena Comum: Durante o jogo, ele sempre atrai a atenção por brincar constantemente com as miniaturas.

O kamikase:
Esse tipo de jogador não possui amor por seu personagem e quer, tão somente, fazer, no RPG, as coisas mais impossíveis que vc pode imaginar, de preferência, aquilo que seria impossível na vida real.

- Cena Comum: Quando as coisas dão errado, ele diz: Vou entrar naquela caverna e acabar com o dragão! Quem vem comigo?

O medroso:
Extremo oposto do Kamikaze, este é o jogador que escolhe ser mago, simplesmente para ter uma desculpa para não se arriscar. Raramente voluntaria-se para qualquer ação mais perigosa, do que beber uma poção de cura.

- Cena Comum: Quando a coisa aperta, é sempre o primeiro a correr.

A namorada/pretendida do mestre:
Jogador imbatível, possui todas as concessões necessárias para o sucesso. Seu padrão de personalidade de jogo não importa muito, pois possui um aliado onipotente, que poderá salvá-la de todos os perigos.

- Cena Comum: O mestre mente a respeito do resultado de uma jogada de dados oculta, pois, afinal, sua vida não é só RPG!

O sabichão das regras:
O terror do mestre, esse jogador é, geralmente, um mestre aposentado, ou um jogador que já leu o livro do jogador e de regras pelo menos umas duas vezes. Dessa forma, O sabichão das regras sente-se no direito de contestar o que ocorre no jogo e de citar regras que o mestre não está aplicando. Sem dúvidas, é o jogador que mais dificulta o andamento do jogo.

- Cena Comum: Discutindo com o mestre, fala: Mas de acordo com o Livro do Mestre, página 122, paragrafo 2, linha 19, você tinha de saber que o tipo de fibra de mithral é impossivel de se quebrar, se tiver antecedentes anões que a forjaram com a teia secreta de lolth, comprada dos drow e moldada com fogo magico dos magos vermelhos de Thay, como é o meu caso...

O perdido:
Facilmente encontrável entre jogadores iniciantes, o perdido é aquele que nada sabe sobre as regras e, até mesmo, sobre o que está acontecendo. (Perigo: Isso está ocorrendo até com jogadores que já jogam a +ou- 1 ano...)

- Cena Comum: Quando questionado sobre o que fará, responde: Quem? Eu?

O Novato Forever:
O Bobalhão que nunca quer saber nada sobre regras, não se interessa, faz papel de perdido (acima), sabe somente o necessario para continuar jogando, não sabe o sistema que joga e nem mesmo decora o nome de seu personagem.

- Cena Comum: O mestre dando "dicas" (respostas disfarçadas) para ver se desempaca e continua a aventura.

O Futuro Mestre:
Não para de fazer perguntas para o mestre, fica querendo comprar os livros do mestre (e compra!), anota varias coisas relacionadas a RPG mesmo na escola, pede ajuda do mestre sempre que ocorre alguma duvida... é sempre bom ter alguem interessado no que vc mais gosta (RPG!!), mas de vez em quando é vc quem sai prejudicado ou cansado...

- Cena Comum: O mestre chorando com a metade dos livros (pois a outra metade foi vendida e o dinheiro foi gasto sem perceber, pagando outras dividas, lan houses, taverna...).

O sortudo:
É aquele jogador que insiste em tirar sucessos decisivos nas batalhas mais importantes. Tratado como rei entre os outros jogadores, sua sorte geralmente irrita o mestre de jogo.

- Cena Comum: O jogador é um humano e mata, sozinho, um vampiro, graças à sua sucessão de sucessos decisivos.

O Azarado:
É o que mais traz dor de cabeça para o mestre... normalmente é um novato que simplesmente não consegue tirar sucesso nas rolagens e bota culpa no mestre por ser o jogador em desvantagem.

- Cena Comum: Ah porque vc me deu uma espada e pra ele deu uma luva de fogo? (as vezes o objeto em comparação é muito pior do que o dele).

O engenheiro de personagens:
Esse é aquele jogador que passa horas debruçado sobre o livro de regras, criando seu personagem. Sabe, como poucos, como criar um personagem perfeito, e facilmente o fará se o mestre não estiver atento à sua construção.

- Cena Comum: Colocando essa desvantagem aqui (Senso de Dever para com raposas selvagens)... poderei aumentar minha força.

Novato Experiente:
A alegria do mestre. De repente numa seção, vc chama alguns amigos (que nunca jogaram RPG) e mestra uma aventura. De repente um deles sabe o que são elfos, orcs, ents e muitas outras criaturas, tem senso de estratégia e varios surtos de ideias que o mestre (vc no caso) nunca esperaria... Além do mais, interpretam perfeitamente!! (Normalmente neste caso, o "Novato Experiente" já leu alguma obra de Tolkien e/ou gosta de jogos como Warcraft).

- Cena Comum: São falas e coisas totalmente inexperadas que "turbinam" o jogo... é algo... inexplicavel....

O puxa-saco:
Personalidade comum, não somente no mundo dos RPGs, o puxa-saco procura, a todo tempo, bajular o mestre para conseguir concessões e, quem sabe, ter o mesmo status da namorada/pretendida do mestre.

- Cena Comum: É sempre o primeiro a rir, seja qual for a piada contada pelo mestre.

O Malvado:
É aquele jogador que insiste em ser o melhor e provar isso ao mestre e aos outros jogadores. Para isso ele usa suas armas e aliados e bate nos proprios PCs dos outros jogadores, pois sabe que não há muitas regras para combater este tipo de ação. Costuma trazer grande dor de cabeça para o mestre...

- Cena Comum: O Mestre vive dando maior dificuldade na rolagem de dado (numa tentativa do Malvado bater num pc) para o Malvado e facilidade na rolagem das vitimas (os outros PCs)...

Os Lawful Good e os Chaotic Evil:
São aqueles que procuram o bem ou o mal absoluto de seus personagens, dependendo do caso. Sua moral (ou imoralidade) e código podem, muito bem, atrapalhá-lo durante o jogo; mas isso não importa, o que eles desejam é mostrar suas aspirações mais profundas.

- Cena Comum: Chaotic Evil: Mate! Mate!; Lawful Good: A paz é a solução!

Bom, é isso ... Espero não ter esquecido ninguém e também que se divirtam taxando seus amigos!!!

Até o próximo post !!