quinta-feira, 26 de julho de 2007

Mozilla abre mão do Thunderbird para se dedicar ao Firefox

Há anos sou usuário do Mozilla Thunderbird para ler meus emails. Não sei se fico feliz ou chateado com esta notícia: o Thunderbird vai deixar de ser um produto da Mozilla Corporation.

O Thunderbird sempre foi um primo pobre dentro da Mozilla. A equipe de desenvolvimento paga pela Mozilla é de duas pessoas: Scott MacGregor e David Bienvenu. No Firefox temos algumas dezenas. Sem contar a comunidade do Firefox que é gigantesca.

Pelo que quis passar a CEO da Mozilla, Mitchell Baker, seria como se os pais estivessem tirando o filho de casa pra ver se ele cresce. A comunidade em torno do Thunderbird não teria se desenvolvido e manter a abordagem atual não mudaria isso. Seria uma espécie de tratamento de choque.

Mitchell Baker, a CEO da Mozilla Corp., anunciou que a Mozilla está em busca de uma nova alternativa para a continuidade do desenvolvimento do Thunderbird. O programa de email deverá buscar um rumo próprio fora da organização, ...

A meta da Mozilla é focar-se no Firefox e o Thunderbird não teria espaço pra crescer lá dentro. O Firefox tem a missão de manter a web livre. Sem dúvida é uma tarefa gigantesca e vital e é bom dirigir todos os esforços nela. Sem o sucesso do Firefox em alguns anos estaremos pagando royalties para a Microsoft ou para a Adobe para publicar alguma coisa na web. Não posso recriminar a Mozilla pela decisão.

Futuro

Mas calma. Não será simplesmente um abandono. A Mozilla arranjará uma casa para o Thunderbird antes de lançá-lo à própria sorte. Ainda não foi definido ainda como funcionará o nova estrutura. Mas pelo post do Scott MacGregor, o mais provável é que siga um modelo como o do SeaMonkey. O SeaMonkey era o antigo Mozilla Suite que depois cedeu o lugar ao Firefox. Passou a ser desenvolvido pela comunidade.

Recordando: até 2003 a Mozilla era apenas um grupo informal dentro da Netscape/AOL. Então demitiram todo mundo. Nascia a Mozilla Foundation. Felizmente a Netscape deu um suporte financeiro inicial e deu no que temos hoje. Creio que uma história parecida ocorrerá com o Thunderbird.

A princípio, os dois engenheiros que trabalham no programa continuam. Então ele só pode crescer. O desafio será conseguir uma fonte de recursos permanente.

Talvez encontrem um nicho lucrativo dentro das empresas. Em tempos de Gmail a tendência é que o uso de clientes domésticos desktop de email não cresça. Veja o número de downloads. Enquanto o Firefox teve 380 milhões, o Thunderbird conseguiu 50 milhões.

Histórico

O Thunderbird foi criado em 2003 para ser um cliente de email para os usuários do Firefox. Teve origem no componente Mail do Mozilla Suite, que foi o sucessor do mail do Netscape 4.0.